terça-feira, maio 11, 2010


Nenhum medo que possa enfrentar
Nem segredo que possa contar

Enquanto for... um berço meu
Enquanto for... um terço meu
Serás vida... bem vinda
Serás viva... bem viva
Em mim


Será que a noite vira num vilarejo
vejo a ponte que levara o que desejo
admiro o que há de lindo e o que há de ser... você


Os opostos se distraem
Os dispostos se atraem

Autor:O Teatro Mágico-Realejo